Não é bastante amar, é preciso prová-lo!
Boa Tarde! São José dos Campos, quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Avisos Paroquiais
Receba nosso informativo diretamente em seu e-mail.
14° DOMINGO DO TEMPO COMUM - Mc 6, 1-6 - A fé nos faz reconhecer a presença e ação de Deus nas pessoas e situações mais simples e nunca desanimar na missão evangelizadora


07/07/2012

Como um verdadeiro profeta, Jesus vai também à sua terra, para anunciar a Palavra de Deus a todos.
As pessoas que já o conheciam, inicialmente o olham com admiração, mas depois ficam escandalizadas por causa dele. Isso acontece porque o seu ensinamento desafia os seus ouvintes. Seu discurso não consiste apenas em belas palavras, mas é um questionamento ao modo como as pessoas viviam e um convite a uma mudança radical de vida.
Para os moradores de Nazaré, parentes e vizinhos de Jesus, que o tinham visto nascer e crescer, um discurso assim não poderia vir de alguém tão igual a eles. Aquelas pessoas tinham uma maneira muito humana de pensar. Faltava-lhes a fé, como um olhar diferente, para poderem enxergar as coisas de outro modo.
Aprendemos primeiramente deste trecho do evangelho de São Marcos que Deus surpreende no seu modo de se fazer presente junto a nós. Ele não vem ao nosso encontro de maneira espetacular, mas escondido naquilo que pode ser comum, corriqueiro e até sem grande importância. Na vida da comunidade, Deus fala e age por meio de pessoas simples, iguais às outras em tudo, limitadas até. É preciso fé para ver que a ação de Deus, conduzindo nossa vida e chamando-nos à conversão, muitas vezes se dá através de pessoas e situações que podemos até desprezar.
Em segundo lugar, aprendemos que a fé é o modo como acolhemos a presença e a atuação de Deus a nosso favor. Sem esse dom, qualquer coisa pode nos parecer comum. Com o olhar da fé podemos perceber Deus agindo e realizando seu plano em vista de nosso bem.
Por fim, vemos Jesus, que apesar de não ter sido bem acolhido pelos seus conterrâneos, continua animado em sua missão. Sabe que foi enviado por Deus a todos e mesmo que alguns não o aceitem ele vai a outros. Assim devemos ser nós, profetas pelo nosso batismo: anunciar o Evangelho em todas as oportunidades, não deixando de fazê-lo nem mesmo quando encontrarmos rejeição e até perseguição.


Pe. Edinei Evaldo Batista
Administrador Paroquial

 

Voltar

 
| Política de privacidade © 2010 Paróquia Santa Teresa do Menino Jesus. Todos os direitos reservados.