Minhas mortificações consistiam em refrear minha vontade, sempre prestes a se impor...
Bom Dia! São José dos Campos, terça-feira, 17 de outubro de 2017

Avisos Paroquiais
Receba nosso informativo diretamente em seu e-mail.
17º DOMINGO DO TEMPO COMUM - Jo 6, 1-15 - O verdadeiro amor torna realidade o que parece impossível aos seres humanos


29/07/2012

Depois que Jesus ensinou muitas coisas à multidão, como vimos no domingo passado, ele multiplicou os pães e os peixes como aprofundamento do seu compromisso com as pessoas de quem sentiu compaixão.
Não é o bastante que levemos às pessoas palavras de conforto e esperança. É preciso fazê-las experimentar algo novo em gestos concretos de solidariedade e partilha. São estes gestos que mostram quem somos, de onde viemos e a quem seguimos.
Este texto nos mostra o posicionamento de Jesus diante da necessidade dos outros e que assim devem agir os seus seguidores, em todos os tempos.
Embora não sejamos capazes de multiplicar o alimento necessário a muitas pessoas em nossos dias, podemos imitar Jesus nas atitudes que teve antes de realizar o milagre. O que torna uma pessoa capaz de fazer algo pelos irmãos não é um poder extraordinário, mas o coração que sente a sua dor.
Os apóstolos Filipe e André representam a maneira humana de pensar que afirma ser preciso mais recursos para saciar a fome do mundo, pois todo o alimento produzido é pouco para tanta gente que habita a face da terra. Para os que vêm apenas com os olhos, tudo é pouco e insuficiente para satisfazer a todos.
Já o pensamento divino, manifestado por Jesus sabe tornar suficiente e até fazer sobrar o que parece pouco para o ser humano. O que torna isso possível é o amor, no qual consiste a verdadeira onipotência divina. O amor gera solidariedade, generosidade, partilha. Mesmo o pouco torna-se abundante quando é governado com essas virtudes.
Jesus não nos ensina a fazer milagres por meio de poderes extraordinários, mas nos estimula a agir com amor para que aquilo que nos parece impossível se torne realidade.
Os gestos e palavras de Jesus, comprometido com os sofredores, fazem dele o grande profeta que anuncia em si mesmo o novo ser humano que deve nascer do encontro com ele em cada Eucaristia, que trata-se de mim e de você.

Pe. Edinei Evaldo Batista
Administrador Paroquial

 

Voltar

 
| Política de privacidade © 2010 Paróquia Santa Teresa do Menino Jesus. Todos os direitos reservados.