Não prefiro nem morrer nem viver... O que o Bom Deus prefere e escolhe para mim, eis o que me agrada mais.
Bom Dia! São José dos Campos, terça-feira, 17 de outubro de 2017

Avisos Paroquiais
Receba nosso informativo diretamente em seu e-mail.
34º DOMINGO DO TEMPO COMUM - Jo 18,33b-37 - Aclamar Cristo como Rei é assumir o seu jeito de ser e de viver


24/11/2012

Celebrando Cristo Rei, a liturgia deste domingo nos apresenta o evangelho em que Jesus se declara rei durante seu processo de condenação.
Estamos acostumados a pensar em um rei como uma pessoa importante, tratada por todos com grande respeito, reconhecida como autoridade suprema e a quem todos obedecem. Mas, no caso de Jesus, não é esta imagem que o evangelho apresenta.
Por quê?
A resposta é muito simples. É porque Jesus é um rei diferente.
Ele é o rei-servidor, porque está à frente dos seus súditos cuidando deles com muito respeito e amor, lavando-lhes os pés e dando a vida por eles.
Celebrar Cristo Rei é, portanto, reconhecer Jesus como autoridade sobre nós exatamente porque se deu inteiramente para nos reconquistar para Deus e obedecer-lhe porque todos os seus gestos nos conduzem um jeito novo de ser e de agir.
A autoridade de Jesus como rei não se impõe pela força, mas pelo amor. Seu poder não consiste em dar ordens para as pessoas, mas em cuidar delas, ensinando-lhes caminhos de verdadeira felicidade. Não vive fechado em seu palácio, mas escolhe como morada nosso pobre coração. Sua corte não é formada por gente importante, mas por homens e mulheres pecadores, frágeis e limitados. Como rei não busca ser servido, mas servir sem limites. Não defende sua vida contra quem queira tirá-la, mas a doa num gesto supremo de caridade.
Reconhecer Cristo como Rei é assumir o seu jeito de ser em nossa relação com as outras pessoas, sendo humildes, servidores, comprometidos com o seu bem, doando nossa vida pela sua salvação.
Proclamar Cristo Rei do Universo é mostrar com nossa vida o jeito diferente de Deus ser autoridade na vida das pessoas e na condução da história, fazendo-o pelos caminhos do amor, do perdão, do serviço e da bondade.

Pe. Edinei Evaldo Batista
Pároco

 

Voltar

 
| Política de privacidade © 2010 Paróquia Santa Teresa do Menino Jesus. Todos os direitos reservados.