É preciso abandonar o futuro nas mãos do Bom Deus...
Bom Dia! São José dos Campos, terça-feira, 17 de outubro de 2017

Avisos Paroquiais
Receba nosso informativo diretamente em seu e-mail.
1º DOMINGO DO ADVENTO - Lc 21, 25-28.34-36: A vinda de Cristo inicia o mundo nascido do Amor e destinado à Eternidade


03/12/2012

O tempo do Advento que iniciamos neste domingo leva à reflexão sobre a vinda de Cristo ao encontro da humanidade, trazendo-lhe salvação, oferecendo-lhe vida nova.
Nos dois primeiros domingos a Palavra de Deus enfoca a 2ª vinda de Cristo, que faz parte da fé cristã. O Senhor virá cheio de glória, não para ameaçar ou punir a humanidade com catástrofes, mas para concluir sua obra de salvação, glorificando toda a realidade e assumindo-a para a eternidade. Nos outros dois domingos, as leituras referem-se à 1ª vinda, celebrada liturgicamente no Natal.
Os dois aspectos do Advento dizem respeito à mesma realidade: a chegada do Filho de Deus para transformar a realidade humana. Na 1ª vinda Ele o faz pela encarnação, anunciando a vontade divina, em suas palavras e gestos, e convidando todos à conversão, concluindo sua missão pela morte e ressurreição, ascensão e envio do Espírito Santo. Na 2ª vinda fará a mesma coisa pela glorificação das pessoas e do mundo, mostrando ser esta a meta para a qual tudo caminha.
As duas dimensões da obra redentora de Cristo, enfocadas pelo Advento, se complementam: o ponto alto da salvação se inicia com a encarnação e se conclui com a 2ª vinda de Cristo (Parusia). Assim como o Natal, o retorno do Salvador deve nos encher de alegria, esperança e confiança. Tanto a 1ª, quanto a 2ª vinda são momentos de salvação, estão a serviço do bem da humanidade. Portanto, a 2ª vinda nada tem de ameaçador e de forma alguma falar sobre isso deve tirar a paz das pessoas. Contudo, a certeza da 2ª vinda de Jesus Cristo deve alertar a todos para que vivam direcionados para  meta final à qual tudo se encaminha. Eis porque o evangelho deste domingo exorta: “Tomai cuidado para que vossos corações não fiquem insensíveis por causa da gula, da embriaguez e das preocupações da vida, e esse dia não caia de repente sobre vós”.
Os textos bíblicos dos dois primeiros domingos do Advento, principalmente o evangelho, falam de sinais de destruição que acontecerão nos elementos da natureza. Contudo, não podem ser entendidos como anúncio do fim do mundo.
Devemos lembrar que a Palavra de Deus se presta a anunciar coisas boas e, jamais, o medo e o pavor.
Nestes textos encontramos a linguagem apocalíptica, ou seja, uma linguagem simbólica, que anuncia a chegada de Cristo como fato que põe fim ao mundo caracterizado pela miséria, injustiça, desigualdade e diversas formas de sofrimento, fruto do pecado. Ao mesmo tempo, a chegada de Cristo, é a manifestação de Deus, que vem em auxílio de sua obra para conduzi-la à sua conclusão. Com Cristo se inicia um mundo novo, fruto do amor.

Pe. Edinei Evaldo Batista
Pároco

 

Voltar

 
| Política de privacidade © 2010 Paróquia Santa Teresa do Menino Jesus. Todos os direitos reservados.