O Bom Deus me mostra a verdade, sinto muito bem que tudo vem dele.
Bom Dia! São José dos Campos, quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Avisos Paroquiais
Receba nosso informativo diretamente em seu e-mail.
Por que alguém que está em segunda união ou mora junto sem casar não pode ser padrinho/madrinha de batismo ou crisma?


12/05/2013

Para ser padrinho/madrinha de batismo ou de crisma a pessoa deve viver plenamente a sua fé, praticando tudo o que ela pede.

Uma pessoa que esteja vivendo em segunda união ou morando junto com outra sem se casar, não está vivendo plenamente os valores da fé, pois a sua situação matrimonial não está de acordo com o que Deus quer e o que a Igreja ensina.

Nesse caso, ainda que possa ser uma excelente pessoa, não possui todas as condições necessárias para ser um exemplo de vivência da fé para o/a afilhado/a.

Quando se trata de uma segunda união, estamos diante de algo que só pode ser mudado se o casamento anterior de uma ou de ambas as partes for declarado nulo.

Quando se trata, porém, de duas pessoas que moram juntas, mas ambas são solteiras, a situação pode ser resolvida com um pouco de esforço e com a mudança de mentalidade. Infelizmente, há um pensamento mundano que vê casamento como sinônimo de lucro e faz a cabeça das pessoas que para se abençoar um casamento é necessário fazer festa e ter gastos. Isso acaba retardando a santificação da união matrimonial de muitas pessoas e impedindo que as mesmas sejam admitidas como padrinho/madrinha de batismo ou de crisma.

Pe. Edinei Evaldo Batista

Pároco

 

Voltar

 
| Política de privacidade © 2010 Paróquia Santa Teresa do Menino Jesus. Todos os direitos reservados.