Por uma graça fielmente recebida, Ele me concedia uma multidão de outras.
Boa Tarde! São José dos Campos, quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Avisos Paroquiais
Receba nosso informativo diretamente em seu e-mail.
10º DOMINGO DO TEMPO COMUM - Lc 7,11-17 - Em Jesus Cristo morto, ressuscitado e anunciado Deus visita seu povo


09/06/2013

Ao trazer de volta à vida o filho da viúva de Naim, Jesus não está apenas realizando um milagre, mas manifestando-se como Aquele que vem da parte de Deus para consolar humanidade diante de suas perdas e dar-lhe a vida que permanece.
Chama nossa atenção, no evangelho de hoje, o fato de Jesus aproximar-se da viúva, sentir compaixão por ela e estancar-lhe as lágrimas. O que toca o coração de Jesus é, antes de tudo, o sofrimento daquela mãe, cujo filho único está morto. Essa mulher representa a humanidade que confiante em suas próprias forças, conquistas e projetos, entra em desespero quando os perde. Entretanto, assumindo a sua dor, Jesus vai ao seu encontro e se aproxima para transformar-se sua dolorosa situação.
Vemos, ainda, que Jesus toca o caixão, realizando um gesto incomum para um judeu. Isso significa que para dar sentido à história da humanidade, restituindo-lhe a vida, ele faz a experiência da morte. Ele restitui a vida à humanidade por meio da entrega de sua própria vida. Ele é o Filho único, que morreu e ressuscitou para oferecer a vida eterna que supera todos os sofrimentos vividos pelos seres humanos.
O reavivamento do filho da viúva de Naim, portanto, é um sinal que aponta para o próprio Jesus e o seu gesto salvador realizado para tornar todas as pessoas participantes de sua vida plena.
O que traz o jovem morto de volta à vida é a Palavra de Jesus, pronunciada com força e determinação.
Hoje, há muitas pessoas mortas, precisando do anúncio da Palavra que faz viver.
A Igreja é a portadora dessa Palavra. Pela catequese de crianças, jovens e adultos, pelo trabalho da Igreja nas casas, que acontece em nossa paróquia às terças-feiras, pelo anúncio missionário que os leigos realizam às sextas-feiras, nos setores e pela proclamação da Palavra nas missas, ela a confia a cada membro da comunidade cristã para que, vivendo-a, a faça chegar a todos os que estão mortos e os traga de novo à vida.
Que brote em nossos lábios um grande louvor pelas maravilhas que Jesus Cristo realizou em nossa vida e reconhecendo-O como o sinal de que Deus continua visitando o seu povo, emprestemo-lhe nossas pernas para que continue.

Pe. Edinei Evaldo Batista
Pároco

 

 
Arquivos disponíveis:

03-06 - 09-06.pdf

10-06 - 16-06.pdf

17-06 - 23-06.pdf

24-06 - 30-06.pdf

Voltar

 
| Política de privacidade © 2010 Paróquia Santa Teresa do Menino Jesus. Todos os direitos reservados.