É muito doce a gente se sentir fraco e pequeno!
Boa Tarde! São José dos Campos, quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Avisos Paroquiais
Receba nosso informativo diretamente em seu e-mail.
14º DOMINGO DO TEMPO COMUM - Lc 10, 1-9 - O Senhor envia a todos


07/07/2013

Além dos 12 apóstolos, Jesus escolheu outros 72 discípulos e os enviou como mensageiros da salvação que Ele mesmo veio trazer para todos.

O número 72 representa a totalidade dos seguidores de Jesus, significando que todos os que seus amigos são por ele enviados para anunciar o seu Evangelho.

Depois de enviá-los, Jesus lhes faz algumas recomendações. A primeira delas é que roguem ao Senhor da messe que envie operários para a sua colheita.

Com isso, fica claro que a missão dos enviados não é semear, mas colher os frutos que já foram plantados pelo Divino Semeador, que por meio do seu Espírito sempre chega na frente. O missionário ajuda as pessoas a descobrirem a presença e a atuação de Deus que começou antes da sua chegada e com isso alegrarem-se pelos dons que Deus oferece gratuita e generosamente aos seus.

A ordem para que os discípulos roguem mais operários para a messe expressa que somente por meio da oração se pode compreender que o papel do missionário é colher o que Deus plantou, fazendo com que ele seja respeitoso da experiência de Deus que os outros já vivem, purificando-a daquilo que não é conforme o Evangelho e acrescentando o que falta.

Os discípulos enviados como cordeiros para o meio de lobos não significa apenas um alerta para os perigos que deverão enfrentar, mas uma orientação para o seu modo de agir: com mansidão, serenidade, bondade e nunca com agressividade contra os outros.

Jesus diz para os discípulos não levar bolsa para não se preocuparem em “ganhar” algo, pois o missionário vai sempre para oferecer.

No tempo de Jesus, andar descalço era próprio do escravo, por isso Ele diz para os seus enviados não levar sandália, pois quer que os que vão em seu nome se comportes como servo.

Não cumprimentar ninguém pelo caminho expressa o desejo de Jesus de que sua Boa Nova chegue logo a todos e por isso o missionário não deve perder  tempo.

Ao entrar numa casa o enviado deve comunicar a Paz, isto é, deve ser portador de coisas boas para os que ali morarem, pois paz, na linguagem bíblica  significa o “tudo de bom” que alguém precisa para ser feliz.

O missionário tem direito ao seu sustento, mas não deve preocupar-se com o luxo. Deve ser simples, acolhendo com alegria o que lhe é oferecido.

Uma atenção especial deve ser dada aos doentes, que são os mais pobres entre os pobres, com a cura que nasce da solidariedade, da partilha, da presença carinhosa...

Enviados por Jesus e na observância de suas orientações avancemos na vida da graça e da fé.

 

Pe.Edinei Evaldo Batista

Pároco

 

 
Arquivos disponíveis:

01-07 - 07-07.pdf

08-07 - 14-07.pdf

15-07 - 21-07.pdf

22-07 - 28-07.pdf

29-07 - 04-08.pdf

Voltar

 
| Política de privacidade © 2010 Paróquia Santa Teresa do Menino Jesus. Todos os direitos reservados.