Deus é mais terno que uma mãe.
Bom Dia! São José dos Campos, terça-feira, 17 de outubro de 2017

Avisos Paroquiais
Receba nosso informativo diretamente em seu e-mail.
5º DOMINGO DA QUARESMA - Jo 11,3-7.17.20-27.33B-45 - Na verdadeira amizade com Jesus está a ressurreição e a vida para todos


06/04/2014

O 5º domingo da Quaresma, do Ano A, apresenta o Evangelho da ressurreição de Lázaro. Este belo episódio da vida pública de Jesus revela-O como doador de vida plena à humanidade.
A ressurreição de Lázaro é um dos sete sinais escolhidos pelo Evangelista João para revelar quem é Jesus e qual é a sua missão. João fala de sinais e não de milagres, para indicar que por trás dos acontecimentos extraordinários (transformação da água em vinho, cura do paralítico, cura do cego etc) está Aquele que é transforma a pobre condição do ser humano em realidade permanente e cheia de sentido. É a presença de Jesus que favorece às pessoas encontrar o significado mais profundo de sua existência e descobrir a verdadeira alegria de viver.
No Evangelho que estamos refletindo vemos que Jesus chega à casa de Marta e Maria como amigo para as consolar. Sua presença amiga já é suficiente para dar a elas conforto e esperança, fazendo-as ir além da experiência de sofrimento que estão vivendo.
Entretanto, Jesus oferece mais ainda: Ele também se faz presente em Betânia como o único capaz de saciar a sede de vida que há em cada pessoa. Para quem nEle acredita a morte não é a última palavra. Mais do que o realizador da ressurreição, Jesus se apresenta como ressurreição e vida.  Quem vive unido a ele não experimentará a morte, isto é, não se perderá no nada, ainda que deixe este mundo em virtude do falecimento. O longo diálogo que tem com Marta prepara os leitores para compreender o significado do gesto de tirar Lázaro da sepultura. 
Lázaro era amigo de Jesus, isto é, estava próximo dEle, por isso pode experimentar a recuperação da vida. Assim acontecerá com toda pessoa que se fizer amiga de Jesus, acolhendo-O, pondo em prática sua palavra, seguindo-O: alcançará a vida plena.
Devemos ressaltar que o gesto de Jesus ao trazer Lázaro de volta à vida é apenas um sinal daquilo que Ele fará com todas as pessoas. Lázaro voltou a viver, mas morreu novamente. Jesus não veio para nos trazer de volta a esta vida, marcada pelas dificuldades, pelos sofrimentos, pela dor e pela morte, mas para conduzir-nos à verdadeira vida, que nada nem ninguém pode extinguir.

Pe. Edinei Evaldo Batista
Pároco Paróquia Santa Teresa do Menino Jesus
Diocese de São José dos Campos - SP

 

Voltar

 
| Política de privacidade © 2010 Paróquia Santa Teresa do Menino Jesus. Todos os direitos reservados.