O mérito não consiste em fazer nem em dar muito, mas, antes, em receber, em amar muito!
Bom Dia! São José dos Campos, domingo, 25 de fevereiro de 2018

Avisos Paroquiais
Receba nosso informativo diretamente em seu e-mail.
SOLENIDADE DA ASSUNÇÃO DE NOSSA SENHORA - Lc 1,39-56 - Assunção - alegria de Maria pelas maravilhas de Deus em sua e em nossa vida


17/08/2014

A Igreja celebra neste domingo a Solenidade da Assunção de Nossa Senhora. 
A Assunção é expressão da fé da Igreja para a qual Deus assumiu Maria na sua totalidade (em corpo e alma), glorificando-a e elevando-a para viver para sempre junto de si, na Eternidade.
Por que isso aconteceu com Maria?
Porque Deus, em sua sabedoria e liberdade, quis conceder-lhe este privilégio, como expressão de sua misericórdia e como prêmio pelo fato dela ter respondido de maneira singular à sua iniciativa amorosa tornando-se a mãe e a discípula fiel do Salvador enviado por Ele.
Embora a Assunção seja acreditada pela Igreja desde os primeiros tempos, não se trata de um fato que tenha sido visto por alguém. A Assunção de Maria não é objeto da experiência, mas uma afirmação da fé, cuja possibilidade está baseada na certeza do amor de Deus que premia os que são amados por Ele com a vida gloriosa junto dele.
Crer que Maria foi elevada ao Céu em corpo e alma significa dizer que ela já participa da ressurreição de Jesus. Nessa afirmação de nossa fé vemos que Deus, em sua bondade, antecipou a glorificação daquela que colaborou de maneira especial com a redenção da humanidade. 
Portanto, muito mais do que querer explicar o fato, buscando detalhes seus, devemos olhar para ele perguntando o que ele nos ensina.
O Evangelho apresentado pela liturgia desta solenidade não descreve a subida de Maria ao Céu, mas nos apresenta o Magnificat, entoado por ela na casa de Isabel. Trata-se de um canto de alegria e vitória que louva a Deus pelos seus feitos.
Podemos dizer que a Solenidade da Assunção é a festa da alegria de Maria, que se encanta com a bondade de Deus que não abandona os seus amados ao poder da morte. Tendo vencido a morte pela ressurreição de Jesus, Deus dá aos seguidores de seu Filho a graça de fazerem a mesma experiência.
A fé na nossa ressurreição e glorificação deve ser motivo de alegria e esperança para todos nós. Um dia deixaremos este mundo, mas não para mergulhar na escuridão da morte e sim para sermos levados para junto de Deus onde participaremos da sua glória, com e como Maria.
Em Maria elevada ao Céu Deus mostra aquilo que acontecerá conosco e nos convida a nos alegrar desde já por isso. Com ela entoemos louvores a Deus por suas maravilhas em nosso favor.

Pe. Edinei Evaldo Batista
Pároco

 

 
Arquivos disponíveis:

04-08 - 10-08.pdf

11-08 - 17-08.pdf

18-08 - 24-08.pdf

25-08 - 31-08.pdf

Voltar

 
| Política de privacidade © 2010 Paróquia Santa Teresa do Menino Jesus. Todos os direitos reservados.